Premium 12 de outubro de 1995, o dia em que quase estalou uma guerra santa no Brasil

Há 25 anos, um bispo da IURD pontapeou na TV uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do país. O caso incendiou a opinião pública, mobilizou o então presidente, Fernando Henrique Cardoso, o Congresso Nacional e até o Papa João Paulo II. Especialistas concordam que a data é "um marco" na história da religião no país.

Nas primeiras horas da madrugada de 12 de outubro de 1995, o bispo Sérgio von Helder entrou nos estúdios da TV Record, controlada pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), para mais uma edição do programa religioso Despertar da Fé.

Os telespetadores do programa estavam habituados ao estilo espalhafatoso do bispo mas não ao ponto de assistir ao que viram naquela manhã de há exatos 25 anos: Helder pontapeou e socou, sem dó nem piedade, uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do Brasil, cujo dia se festejava, com direito a feriado nacional e romaria de centenas de milhares de brasileiros ao seu santuário, precisamente naquela quinta-feira.

Ler mais

Mais Notícias