Quando devorar cérebros soluciona casos de polícia

A nova aposta do AXN, que arranca amanhã, é mais uma a contribuir para a febre em torno dos mortos-vivos. A atriz Rose McIver sublinha, contudo, que esta série é "original"

É mais uma série que vem alimentar o fascínio pelo filão dos mortos-vivos. iZombie, que se estreia amanhã, às 21.15, no AXN, vai trazer ao pequeno ecrã a história de Liv (Rose McIver), uma jovem estudante de Medicina cuja vida muda radicalmente na noite em que se converte num zombie. O que desconhece naquele momento é que a sua condição vai ajudar a polícia a decifrar vários crimes.

Numa entrevista à atriz Rose McIver, à qual o DN teve acesso, a protagonista revela que assistiu a vários filmes e séries - como Veronica Mars e Buffy - sobre este imaginário, mas destaca que iZombie tem uma abordagem diferente. "iZombie é muito original e conseguiu conquistar o seu próprio espaço", explicou. "É a primeira vez que vez que vemos um zombie num registo simultaneamente cómico, romântico e dramático", reforçou.

Depois de descobrir que se transformou numa morta-viva, Liv, que entretanto já é médica, transfere-se para a morgue da cidade de modo a poder ter acesso à única coisa de que se alimenta e que, simultaneamente, lhe permite manter a sua humanidade: cérebros. Mas o que parece ser um mero ímpeto bizarro da protagonista acaba por se revelar uma ajuda preciosa para a polícia, que vê em Liv uma aliada de peso. Isto porque a sua nova dieta alimentar tem um efeito colateral: por cada cérebro que consome, Liv tem também visões e flashes das memórias da pessoa a que pertencia essa parte do corpo, incluindo pistas sobre as circunstâncias do seu assassínio.

Esta nuance no seu papel faz que Rose McIver tenha, na verdade, várias personagens numa só. A atriz recordou um dos momentos mais divertidos que já vivenciou nesta série. "[Num dos episódios] eu como o cérebro de um gamer, o que foi muito divertido de gravar porque eu não percebo nada de jogos", recordou. A protagonista contou com a ajuda dos colegas de elenco Rob Buckley, que interpreta o Major Lilywhite, e Rahul Kohli, que dá vida a Ravi Chakrabarti, para tornar o seu papel "mais convincente". "Eles disseram-me de que forma deveria olhar para o ecrã, deram-me dicas sobre os termos que são usados", disse.

Além de devorar cérebros humanos, trabalhar numa morgue e ajudar a polícia graças ao dom, que recebeu quando se transformou em zombie, Liv também combate um amor mal resolvido do seu passado. É aliás por esse motivo que a sua vida amorosa se encontra estagnada. Mas isso pode vir a mudar com o desenrolar da trama. "Nos próximos episódios, vamos conhecer o seu potencial pretendente zombie - e acho que as pessoas vão ficar divididas. Muitas pessoas querem que Liv volte a apaixonar-se, mas ela ainda não ultrapassou o fim da relação com o major Lilywhite", adiantou.

Para se transformar numa morta-viva, a atriz norte-americana, de 27 anos, precisa de estar quase duas horas na sala de caracterização, o que não é demasiado, garante, já que por vezes passa o mesmo tempo a ser maquilhada quando tem eventos de red carpet. Sobre o facto de ser protagonista nesta série, Rose McIver confessa estar a viver "um sonho".

Baseada na banda desenhada homónima publicada pela DC Comics, iZombie é uma série dramática de ficção da autoria de Rob Thomas e Diane Ruggiero-Wright para o canal americano The CW.

O elenco conta ainda com os atores David Anders, Aly Michalka, Malcolm Goodwin, Molly Hagan, Nick Purcha e Bradley James, entre outros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG