Os títulos da primeira página do DN desta segunda-feira

Fique já a conhecer os títulos da edição que encontra de manhã nas bancas.

A manchete desta segunda-feira do DN é uma entrevista a Caldeira Cabral, ministro da Economia no primeiro governo de António Costa. "É inevitável levantar moratórias em setembro mas é preciso criar instrumentos", diz o economista, que defende uma solução para créditos adiados que inclua fundos, instituições financeiras e Banco de Fomento.

Para ler também no DN desta segunda-feira, os resultados de uma nova sondagem DN/JN/TSF com as seguintes conclusões:

"Primavera socialista deixa Rui Rio para trás com menos 16 p.p."

"Chega colado ao Bloco, em vias de se tornar na terceira força política"

"Nova direita já soma 13% das intenções de voto legislativas, mas a maioria dos eleitores continua à esquerda"

E porque esta segunda-feira é dia de uma nova etapa do desconfinamento, fique a saber que "meio milhão de crianças volta à escola" e que "os diretores antecipam dificuldades de concentração"

O Papa Francisco não esqueceu os ataques em Cabo Delgado na sua habitual mensagem de Páscoa: "Ainda há muitas guerras e violência no mundo".

Outros títulos:

"Bruxelas sobre a pandemia na infância: 'Abusos domésticos e online tomaram proporções alarmantes'".

"Menos 5 mil milhões de pares de sapatos vendidos. Onofre garante: 'Empresas não aguentam novo confinamento'".

"Profissões que nunca pararam. 'Se os portos nacionais fechassem seria um cenário de guerra'".

"Quartos de final da Champions. Chelsea já deixou quase 100 milhões nos cofres do FC Porto".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG