Nem tudo é ouro: as quatro séries exclusivas canceladas pela Netflix

"Marco Polo", "Bloodline", "Hemlock Grove" e "Lilyhammer" são as quatro séries originais ou exclusivas da Netflix que foram canceladas

A Netflix cancelou recentemente a série de época Marco Polo, após duas temporadas. Apresentada como uma das produções mais caras da plataforma, a série retratava as aventuras do explorador homólogo na Mongólia, durante o século XIII. O drama Bloodline, o thriller Hemlock Grove e a série de investigação criminal Lilyhammer são as outras produções que foram, entretanto, canceladas pelo serviço de streaming.

Sendo impossível mediar a popularidade de Marco Polo, uma vez que a Netflix não divulga, por norma, as suas audiências, o elevado custo de produção, aliado às críticas, parece ter sido a principal razão para o fim da série.

Bloodline foi a terceira série original cancelada pela Netflix. Indicada para um Globo de Ouro e com um Emmy no palmarés, a produção que conta com Kyle Chandler tem ainda espaço reservado para a terceira e última temporada.

Numa análise feita pela Variety, a publicação norte-americana indicou os custos de produção, a fraca resposta por parte do público e a vontade de ter novos conteúdos como motivos para o cancelamento da série criada por Glenn Kessler, Todd A. Kessler e Daniel Zelman.

Lilyhammer, de origem norueguesa, foi o primeiro conteúdo encomendado para ser exclusivamente transmitido para o resto do mundo na Netflix. Os direitos de transmissão da série de investigação criminal foram comprados ao canal NRK1 um mês depois de ter estreado na televisão norueguesa, onde atingiu recorde de audiências. A série durou três temporadas até ter sido anunciado no Twitter pelo protagonista, Steven van Zand, que a Netflix não iria iniciar a produção de uma quarta temporada.

"Hemlock Grove", uma série de terror baseada no romance homónimo, foi uma aposta da Netflix. Se, por um lado, a série foi mais vista a nível mundial do que House of Cards no fim de semana de estreia, por outro, nunca foi aclamada pela crítica. A trama estreou-se em 2013 e foi cancelada em 2015.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG