Licor Beirão garante que "não patrocinou o pontapé"

A empresa aproveitou para fazer publicidade. E pede desculpas a Harry Kane. Veja o vídeo

O pontapé de Bruno Alves ao jogador inglês Harry Kane, aos 35 minutos do jogo Portugal - Inglaterra, marcou a partida pela negativa e valeu um cartão vermelho. O jogo do dia 2 de junho no estádio de Wembley acabou com a vitória inglesa, por 1 - 0, mas foi o golpe perigoso de Bruno Alves que se tornou notícia pelo mundo.

O Licor Beirão aproveitou o momento para lançar uma campanha de publicidade, com algum humor, em que pede desculpas ao jogador inglês pois, no momento do golpe, os jogadores estavam em frente de um cartaz publicitário da marca.

Com a hashtah #sorrykane e o vídeo com o título "we're sorry, Harry Kane", (lamentamos, Harry Kane, em português), a marca divulgou o anúncio publicitário esta terça-feira.

A empresa começa por dizer que as imagens do minuto 35 do jogo estão a circular pelo mundo, mas que a maioria das pessoas parece não ter reparado que, "que em frente ao anúncio impressionante, há um jogador português a pontapear a cabeça de Harry Kane".

Como tal, e como a marca não quer que o jogador inglês fique com má impressão, o Licor Beirão enviou um pedido de desculpas ao futebolista e uma garrafa da bebida que vai o deixar com "um sabor diferente de Portugal" sem provocar "uma forte dor de cabeça".

O Licor Beirão garante ainda que não patrocinou o pontapé e que o cartão que escrevem é amarelo apenas porque é a cor do logótipo da marca. "Não te preocupes, nós todos concordamos que deveria ser vermelho", diz o Licor Beirão, referindo-se ao cartão vermelho que Bruno Alves recebeu no jogo, deixando Portugal com um jogador a menos.

A empresa mostrou-se satisfeita pelo modo como o público tem recebido a publicidade. "Estamos muito contentes com as reações. Realmente a imagem teve um grande impacto e recebemos logo vários contactos de pessoas a darem-nos conta. Depois, a nossa agência lembrou-se que poderia estar aqui uma excelente oportunidade e concretizou a ideia", explicou Daniel Redondo, diretor de marketing da empresa, ao jornal Record.

"Se Bruno Alves assistir ao anúncio, espero que veja isto com humor. Ele próprio ficou arrependido com o lance e isto só acontece a quem está lá dentro", acrescentou Daniel Redondo.

No final do jogo Portugal - Inglaterra, Bruno Alves lamentou pelo erro que prejudicou a equipa. "É uma situação que não se pode repetir", concluiu o jogador.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG