Emerald Group compra licença da Forbes Portugal

Para potenciar novas tecnologias de informação, o grupo lança Forbes África Lusófona.

A Forbes Portugal, que está há cinco anos no mercado nacional, passa agora a ser detida pelo Emerald Group. Esta empresa, com sede no Dubai International Financial Center, foca-se principalmente nos setores financeiro, de energia, de investimento de impacto e de inovação social.

A sua subsidiária europeia, Emerald Europe, foca-se no investimento em inovação e impacto, sendo detentora de 30% do jornal digital Polígrafo.

O grupo adquire agora a licença à revista norte-americana e passa a deter os direitos de publicação da Forbes no mercado lusófono, para Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, e São Tomé e Príncipe.

"Acreditamos no potencial da Forbes enquanto título de referência no mundo empresarial para promover a língua portuguesa. É um forte ativo socioeconómico e cultural que será, por isso, potenciado pelas novas tecnologias de informação e por um reforço na atual linha editorial do título", refere o administrador executivo da Emerald Europe, Raúl Bragança Neto.

Dado o cenário atual, a Forbes Portugal vai continuar a ser bimestral e prevê duas edições da Forbes Life, com complemento de uma plataforma digital com vários conteúdos.

A Forbes Angola dá lugar à Forbes África Lusófona que, bimestralmente, traz uma nova dinâmica ao mercado dos países africanos de língua portuguesa, com foco na informação económica e nas empresas que fazem a diferença dentro do Continente.

Nilza Rodrigues, que até então exercia a direção executiva da Forbes Portugal, é agora líder de ambas as edições, que partilham uma redação comum.

A Forbes está focada no investimento, tecnologia, liderança e empreendedorismo e mantém uma posição de liderança no que diz respeito a fontes de informação independentes com suporte crucial na análise e factos quantitativos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG