Coragem ou loucura? Brasileiro tirou selfie com uma anaconda

Fotografia com anaconda tornou-se viral nas redes sociais

Um jovem brasileiro publicou nas redes sociais uma selfie tirada ao lado de uma anaconda que, pelo inédito da situação, se está a tornar viral. A fotografia de Carlos Andrade foi tirada na passada segunda-feira no rio Nhamundá, em Manaus, no estado brasileiro do Amazonas.

"Eu estava na fazenda com os meus pais e decidi tomar um banho de rio", contou Carlos Andrade, de 22 anos, segundo o jornal local A Crítica. "Quando me aproximei, avistei a cobra de longe. Pensei que ela estava morta e peguei num pedaço de madeira para mexer nela, mas ela começou a subir para a superfície da água".

Carlos confessa que teve medo da cobra, mas ainda assim decidiu tirar uma fotografia. "Na foto parece que estou a sorrir, mas estava preocupado. A água estava no meu pescoço. Se ela tentasse enrolar-se à minha volta não teria como fugir", admitiu o jovem.

"Ela teve a paciência de esperar por mim", contou Carlos. "Fui devagarzinho e a cobra ia se mexendo. Quando ela parou, aproximei-me ainda mais e fiz várias selfies. Quando acabei, ela saiu para o outro lado", explicou.

O jovem disse que a mãe ficou muito chateada quando viu a fotografia e que desaprovou a brincadeira. Nas redes sociais, a reação foi ambígua: várias pessoas elogiaram Carlos pela coragem e outras criticaram-no por se colocar em perigo.

Carlos disse adorar animais desde que era criança e que, se pudesse, "morava com eles". "Eu sempre tiro selfies, principalmente com os animais", explicou.

Segunda Luciana Frazão, investigadora de cobras da Universidade Federal do Amazonas, a anaconda não é venenosa mas tem força suficiente para morder e afogar uma pessoa. " Já que são mais aquáticas, podem prender uma pessoa em baixo da água", explicou a especialista.

"Elas medem até entre 7 a 8 metros. Já há registos de anacondas maiores, até 10 metros", continuou Frazão, citada pelo G1.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG