Calvin Klein critica Kendall Jenner em campanha... da Calvin Klein

Fundador da marca homónima não gostou da escolha de Jenner para nova campanha publicitária.

Calvin Richard Klein mostrou desagrado com a escolha de Kendall Jenner para a campanha publicitária da marca que fundou. Jenner, de 20 anos, é a cara e o corpo da campanha "My Calvins", juntamente com Justin Bieber.

"Tenho a certeza que ela é uma jovem muito querida e simpática. Só não é o tipo de coisa que eu faria, mesmo hoje. O Justin Bieber, sim", admitiu Klein no Savannah College of Art and Design, em declarações recolhidas pela Fashionista. "Quando digo que gosto do Justin Bieber na campanha da Calvin Klein Underwear, é porque eu gosto dele - não porque ele tem milhões de seguidores nas redes sociais", continuou.

Para Klein, os manequins escolhidos para as campanhas publicitárias não o deviam ser apenas tendo em conta a sua fama nas redes sociais. "Hoje, os manequins são pagos pelo número de seguidores que têm. São contratados não porque representam a essência de um estilista, que é o que eu tentei fazer, mas sim por causa da quantidade de seguidores que têm online. Penso que, a longo prazo, isso não vai funcionar. Não acho que seja uma grande fórmula para o sucesso do produto que estás a tentar vender", frisou.

O estilista, de 73 anos, vendeu a empresa em 2002 à Phillips-Van Heusen por 400 milhões de dólares (cerca de 353 milhões de euros aos dias de hoje) em dinheiro, 30 milhões em ações (26.4) e 300 milhões em royalties (260.4).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG