A última tentativa para travar documentário que expõe princesa Diana

Charles Spencer contactou o Channel 4 a pedir que não exibisse o trabalho, realizado a partir de vídeos feitos pela própria Diana

Foi a pensar nos sobrinhos, os príncipes William e Harry, que Charles Spencer, irmão da princesa Diana, pediu ao Channel 4 que não emitisse o documentário "Diana: In Her Own Words" (Diana: Pelas suas próprias palavras", numa tradução literal), realizado a partir de vídeos feitos pela própria.

O jornal Mail on Sunday avança que Charles Spencer contactou os responsáveis por aquela estação de televisão, em nome da família, para tentar convencê-los a não emitir o documentário, a 6 de julho, alegando que este poderá causar angústia aos filhos de Diana.

Recentemente, William e Harry participaram num outro documentário da sua responsabilidade, no qual, pela primeira, quase 20 anos após a morte da mãe, falam acerca de Diana, de como era como mãe, da sua morte, do funeral e da falta que lhes faz. Agora, na passagem do 20.º aniversário da princesa, o Channel 4 vai emitir este outro trabalho com imagens captadas entre 1992 e 1993 e nunca emitidas no Reino Unido.

Os vídeos mostram Diana a fazer confissões acerca da vida privada e íntima a olhar diretamente para a câmara. O interlocutor é o ator Peter Settelen, que lhe deu aulas para falar em público.

Após a morte da princesa, a 31 de agosto de 1997, as imagens ficaram nas mãos do mordomo. Apesar das tentativas para as recuperar, Charles Spencer perdeu essa batalha para Peter Settelen, que as vendeu aos Channel 4, conta o The Independent.

Já emitidas nos Estados Unidos em 2004, nunca passaram na televisão britânica, apesar de a BBC ter adquirido alguns excertos em 2007, e são, para muitos críticos, "uma exploração e uma monstruosidade", de mau gosto.

Nestes vídeos - eram 12 no total, mas cinco estão alegadamente desaparecidos -, a princesa Diana abre o coração, nomeadamente no que respeita à vida amorosa e íntima com o príncipe Carlos. Lembra que só estiveram juntos 13 vezes até se casarem, goza com a forma como ele a cortejou, diz que ele era inconsistente - tanto passava o dia a telefonar-lhe como estava três semanas sem aparecer -, que só faziam sexo de três em três semanas. Conta ainda que quando confrontou o marido com a relação que este mantinha com Camila Parker Bowles, este lhe respondeu: "Recuso-me a ser o único príncipe de Gales que nunca teve uma amante".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG