A história de Luena de "A Única Mulher" contada em livro

A personagem da novela da TVI "A Única Mulher" interpretada por Rita Pereira, já tem um livro. A estação de Queluz de Baixo e a editora Oficina dos Livros lançam uma prequela da história de Luena

A história da personagem interpretada pela atriz Rita Pereira na novela da TVI A Única Mulher é contada em livro. Sara Sampaio Simões, uma das autoras da equipa de Maria João Mira, foi a responsável por contar o passado de Luena até ao início da novela. A iniciativa partiu da TVI com a edição da Oficina dos Livros.

A autora de Um Quarto de Luena explica a popularidade de Luena da Silva junto do público. "É uma personagem muito rica, o que para nós, argumentistas, é muito bom. Ela é capaz de matar, de se vingar, mas depois é capaz de fazer tudo pela mãe em nome do amor. É também leal para com os seus amigos. Por isso é que costumo dizer que ela é várias mulheres numa mulher só", explica Sara Sampaio Simões.

A autora também destaca a "dimensão humana" desta personagem. "Muitas mulheres identificam-se com ela. Depois houve a história de violência doméstica que realmente aproximou muito esta personagem do público. Penso que todas as mulheres veem alguma coisa na Luena com que se identificam", acrescentou a argumentista ao recordar a história desta personagem com Rodrigo - interpretado por Pedro Barroso - que deu origem à campanha de luta contra a violência doméstica promovida pela TVI e pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

Para José Eduardo Moniz, consultor para a ficção da TVI, o sucesso de Luena "é sinal de que o trabalho feito para televisão foi muito bem concebido e executado e que houve muita convicção na escrita". O antigo diretor geral da estação de Queluz de Baixo acrescenta: "É dos projetos mais bem concebidos da televisão portuguesa de há muitos anos a esta parte".

O livro conta a história de como Luena se torna prostituta até conhecer Norberto Venâncio (Ângelo Torres) e dar início à sua vingança. Sara Simões Sampaio acredita que, para quem viu a novela, "faz todo o sentido". "É como um 'puzzle' que se monta. Faltavam algumas peças e agora a história dela fica completa", remata.

A novela da TVI A Única Mulher estreou-se em março de 2015 e deverá terminar em dezembro. Com três temporadas, é o mais longo projeto de ficção da estação de Queluz de Baixo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG