Polícia do Brasil prende português procurado pela Interpol

A Polícia Federal (PF) brasileira prendeu esta segunda-feira preventivamente um cidadão português, de 48 anos, procurado pela Interpol e condenado pela justiça portuguesa pelo crime de burla qualificada, informaram fontes policiais.

A PF cumpriu assim um mandado de prisão preventiva para fins de extradição expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, tendo prendido o português em Parnamirim, na Grande Natal, no estado do Rio Grande do Norte.

Foragido no Brasil há mais de um ano, o cidadão português foi condenado pela justiça portuguesa a três anos e dois meses de prisão pelo crime de burla qualificada.

"Segundo consta na sentença, o envolvido passava-se por representante de um banco suíço para aliciar empresários de sucesso e pessoas com alto poder aquisitivo em Portugal e, com isso, apropriava-se de elevadas quantias à custa do património alheio", explicou a PF em comunicado.

O homem encontra-se agora sob custódia na Superintendência da Polícia Federal, onde aguardará os trâmites do seu processo.

"Somente este ano a Polícia Federal já localizou e prendeu na capital potiguar [cidade de Natal] três estrangeiros procurados pela Interpol para fins de extradição", informou a corporação.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG