CML apoia fadistas e casas de fado com 200 mil euros

A Câmara Municipal de Lisboa vai apoiar com 200 mil euros as casasa de fado e fadistas da cidade que tiveram de interromper atividade devido à pandemia causada pela covid-19.

A este valor junta-se aos 1,25 milhões de euros, já anunciados, para apoiar os agentes culturais e a subsistência de trabalhadores independentes, entidades culturais e criativas. As candidaturas aos apoios estão abertas a partir desta segunda-feira, 20 de abril.

Em parceria com a RTP, a CML encontra-se a trabalhar no financiamento de um documentário alusivo a 10 Casas de Fado emblemáticas da capital portuguesa, entre as quais estão o Clube Do Fado e O Faia. Os episódios individuais serão transmitidos online nas redes sociais da CML e da EGEAC.

Fado pelas redes sociais

Em simultâneo, o Museu do Fado está a desenvolver uma programação de conversas com todos os artistas dos elencos artísticos de todas as casas de fado de Lisboa. Estas serão filmadas e transmitidas através das redes sociais da CML, da EGEAC e do museu.

Em colaboração com a Associação de Turismo de Lisboa, a CML de modo a continuar apoiar a recuperação das casas de fado, vai também desenvolver um programa específico para relançar este setor artístico no médio prazo.

Mais Notícias