É desta que William Shatner, o "capitão Kirk", vai ao espaço

A viagem, que estava originalmente agendada para a última terça-feira, realizar-se-á, à partida, esta quarta-feira (13 de outubro) às 09:00 (15:00 em Lisboa), a partir da base da empresa de Bezos, Blue Origin, no oeste do Texas.

O ator William Shatner, conhecido pelo papel de capitão Kirk na série "Star Trek - O Caminho das Estrelas", vai finalmente ao espaço, a bordo de um foguetão do magnata Jeff Bezos, que deverá descolar esta quarta-feira. Pode assistir ao lançamento em direto aqui.

A empresa Blue Origin, propriedade do fundador da Amazon, adiou o seu segundo voo comercial com destino ao espaço devido a condições climatéricas desfavoráveis.

Ventos fortes estiveram na origem do adiamento da segunda viagem comercial do foguetão New Shepard ao espaço. William Shatner, 90 anos, protagonista da série Star Trek, viu o seu sonho adiado por mais um dia. A viagem, que estava originalmente agendada para terça-feira (12 de outubro), realizar-se-á, à partida, esta quarta-feira.

O protagonista da popular série de ficção científica, que começava com a frase "Espaço, a fronteira final", deverá ser a pessoa mais velha a chegar ao espaço, aos 90 anos.

"Ouvi falar do espaço durante muito tempo", brincou o ator canadiano, citado num comunicado da Blue Origin. "Vou aproveitar a oportunidade para o ver com os meus próprios olhos. Que milagre", acrescentou.

A descolagem está programada para as 09:00 (15:00 em Lisboa), a partir da base da empresa de Bezos, Blue Origin, no oeste do Texas.

Shatner vai viajar a bordo do foguetão New Shepard, totalmente automatizado e reutilizável, que descola verticalmente, com uma cápsula que se desprende durante o voo.

Durante a viagem, o ator vai ultrapassar a chamada linha de Karman, o limite reconhecido internacionalmente entre a atmosfera terrestre e o espaço, a uma altitude de 100 quilómetros.

No total, a experiência deverá durar apenas 11 minutos.

Além do ator, vão estar a bordo mais três passageiros: Chris Boshuizen, antigo engenheiro da NASA e co-fundador da empresa norte-americana Planet Labs, que tira fotografias de alta resolução à Terra, utilizando satélites; Glen de Vries, co-fundador da Medidata Solutions, empresa de software para a indústria farmacêutica, e Audrey Powers, responsável pelas operações de voo e manutenção de foguetes da Blue Origin.

A saga "Star Trek", criada em 1966, tornou-se numa série de culto para os fãs de ficção científica, incluindo Jeff Bezos, que chegou a aparecer num dos muitos filmes derivados da série, em 2016, com maquilhagem alienígena.

"O Capitão Kirk, interpretado por Shatner, representa a 'fronteira final' mais do que qualquer outra pessoa para várias gerações", sendo considerado um "símbolo do interesse crescente" pela exploração do espaço, comentou o argumentista norte-americano Marc Cushman à agência de notícias AFP.

Esta é a segunda viagem com passageiros da Blue Origin, após o voo realizado em julho com Jeff Bezos a bordo, o fundador da empresa e da multinacional de comércio eletrónico Amazon.

A viagem de Shatner deverá contribuir para promover a empresa espacial do magnata norte-americano, num setor em que a competição é renhida, com a Virgin Galactic, do multimilionário britânico Richard Branson, a propor uma experiência semelhante.

No verão, Branson, fundador da Virgin, foi o primeiro a ir ao espaço através de meios privados, seguindo-se-lhe alguns dias mais tarde Jeff Bezos, a bordo do foguetão New Shepard. Ambos os voos duraram apenas alguns minutos.

Em setembro, a empresa SpaceX, do magnata Elon Musk, enviou quatro turistas espaciais ao espaço numa viagem de três dias em torno da Terra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG