Quatro feridos, dois a tiro, em luta entre alunos numa escola do Texas

ATUALIZADA A escola foi encerrada e os estudantes e os funcionários ficaram trancados, em segurança, nas salas de aula ou nos gabinetes.

Pelo menos quatro pessoas ficaram esta quarta-feira feridas, duas delas a tiro, numa escola no Texas, num incidente em que um aluno usou uma arma de fogo durante uma luta com um colega, disse a polícia local.

Três das vítimas foram levadas para um hospital e a quarta recusou tratamento médico por ter ferimentos ligeiros, disse o subchefe da polícia de Arlington, Kevin Kolvye, citado pela agência de notícias espanhola EFE.

A polícia identificou um suspeito, um aluno de 18 anos da escola, que está em fuga, disse Kolvye.

Três dos feridos são estudantes e o outro é um adulto que se acredita ser um professor, acrescentou.

De acordo com investigações preliminares, as autoridades acreditam que houve uma luta numa das salas de aula entre dois alunos e que um deles usou uma arma de fogo.

A polícia disse que não se trata de um incidente de violência aleatória, mas sim de uma luta entre alunos.

Na sequência do incidente, o acesso à escola foi suspenso e os alunos e professores foram confinados às salas de aula e a zonas administrativas da escola.

A escola, que faz parte da área metropolitana de Dallas-Fort Worth, tem cerca de 1.900 alunos do 9.º ao 12.º ano, segundo a agência Associated Press (AP).

Este incidente ocorreu poucos dias depois de um tiroteio numa escola em Houston, em que um funcionário ficou ferido.

O tiroteio mais grave numa escola no Texas ocorreu em maio de 2018, quando um jovem de 17 anos, armado com uma caçadeira e uma pistola, matou 10 pessoas, a maioria estudantes, na escola secundária de Santa Fé, perto de Houston, de acordo com a AP.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG