Tóquio2020: China entende que regras anticovid-19 dificultam a vida dos atletas

As regras antiepidémicas durante os jogos de ténis de mesa, como não poder passar a mão na mesa ou soprar a bola, dificultam as jogadas dos atletas olímpicos.

O selecionador de ténis de mesa da China considerou na terça-feira que as regras anticovid-19 nos Jogos Olímpicos Tóquio2020 tornam "extremamente difícil" a vida dos atletas

"Não esperávamos que existissem regras antiepidémicas no jogo, como não poder passar a mão na mesa ou soprar a bola", afirmou Liu Guoliang, que também é presidente da Associação Chinesa de Ténis de Mesa, durante uma entrevista à televisão estatal da China.

Liu Guoliang, que foi campeão mundial e olímpico, referiu que a preparação esta "a ser extremamente complicada" e explicou que agora, já em Tóquio, o principal foco é "ajudar os atletas a resistirem à pressão e à interferência".

Desde que o ténis de mesa foi incluído no programa olímpico, nos Jogos Seul1988, foram atribuídas 32 medalhas de ouro, das quais 28 foram conquistadas pela China.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão ser disputados entre 23 de julho e 08 de agosto, sob fortes medidas sanitárias e sem púbico nos recintos, depois de terem sido adiados no verão passado devido à pandemia de covid-19.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG