Sobe para 152 as vítimas mortais em Petrópolis

As autoridades dizem que 24 pessoas foram resgatadas com vida, mas isso ocorreu principalmente nas primeiras horas após a tragédia, na terça-feira.

Pelo menos 152 pessoas morreram na cidade brasileira de Petrópolis na sequência das fortes chuvas e deslizamento de terras na terça-feira, de acordo com um novo balanço das autoridades. O anterior balanço apontava para 146 vítimas mortais.

Já o registo de pessoas desaparecidas baixou de 191 para 165, na última atualização das autoridades.

A tempestade, que atingiu aquela cidade serrana do estado do Rio de Janeiro, causou quase um milhar de desalojados.

As operações de busca e salvamento envolvem mais de 500 bombeiros, mas os trabalhos são dificultados pelas más condições no terreno e pelo risco de mais deslizamentos de terra.

Pouca esperança para encontrar sobreviventes

No meio de um denso nevoeiro que baixou na região este sábado, os trabalhadores cavavam com pás e enxadas nos escombros e na lama enquanto a busca avançava no quinto dia com pouca esperança de encontrar mais sobreviventes.

Um fotógrafo da AFP viu equipas de socorro a carregar dois cadáveres recuperados em sacos no bairro de Alto da Serra, enquanto familiares soluçavam na rua.

No coração da zona do desastre, equipas de resgate ocasionalmente apitavam para pedir silêncio e ouvir sinais de vida. Mas as autoridades dizem que há pouca esperança neste momento de encontrar sobreviventes das chuvas torrenciais de terça-feira.

As autoridades dizem que 24 pessoas foram resgatadas com vida, mas isso ocorreu principalmente nas primeiras horas após a tragédia. A polícia do estado do Rio de Janeiro disse que 218 pessoas continuavam desaparecidas na sexta-feira. Enquanto isso, 91 dos corpos recuperados até agora foram identificados, segundo a polícia. Muitos dos desaparecidos podem estar entre os corpos não identificados.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG