Exclusivo "Sem apoio internacional, a 2.ª fase da vacinação na Guiné-Bissau estará comprometida"

A alta-comissária para a covid-19 garantiu ao DN que não poupará esforços para angariar apoios financeiros e técnicos para o controlo da pandemia na Guiné-Bissau.

Quem são os responsáveis pelo Plano de Vacinação contra a covid-19
na
Guiné-Bissau?Um grupo de trabalho técnico sobre a vacinação contra a covid-19 foi instituído pelo Alto-Comissariado contra a Covid-19. O Plano Nacional de Vacinação está a ser elaborado pela Direção-Geral da Saúde Maternoinfantil, estrutura que integra o Programa Alargado de Vacinação e sob coordenação do Alto-Comissariado contra a Covid-19. A assistência técnica é fornecida por OMS, Banco Mundial e UNICEF.

Quantas pessoas está previsto serem vacinadas na Guiné-Bissau?
Na primeira fase, no grupo A, estão previstas 3% das pessoas do grupo-alvo, constituído por pessoal de saúde diretamente implicado no trabalho de assistência/prestação de cuidados sanitários, pessoal de educação/professores e portadores de comorbilidades, correspondendo a 56 751 vacinados. No grupo B, estão previstas 17% das pessoas do grupo-alvo, constituído por adultos acima dos 50 anos, e outras pessoas em função dos fatores de risco pertinentes, incluindo restante pessoal de educação, correspondendo a 321 587 vacinados. Na segunda fase, estão previstas 50% das pessoas de risco. Nesta fase prevê-se atingir uma cobertura totalizando 70%, recomendado pela OMS a fim de interromper a transmissão do vírus. O financiamento desta fase será assegurado pelo próprio país. Está previsto serem vacinadas aproximadamente 1 324 182 de pessoas, no final das duas fases.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG