Reino Unido intensifica testes após aumento de contágios

O aumento de novas infeções é originado pela variante indiana.

O Reino Unido vai intensificar a partir deste sábado os testes à covid-19 em vários pontos de Londres, após a deteção de um aumento de contágios da nova variante do coronavírus identificada na Índia.

Por enquanto, esta mutação do vírus não ameaça o calendário seguido pelo executivo britânico para levantamento progressivo das restrições no país, mas o governo de Boris Johnson acompanha de perto a evolução da situação.

A partir de hoje, o serviço de saúde público britânico vai realizar testes adicionais e programas de sequenciamento genómico nos bairros londrinos de Harrow, Ealing, Hillingdon e Brent, onde foram identificados casos dessa variante, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

Os testes em massa vão realizar-se também noutros locais do país com grande incidência da variante em causa, como Blackburn, Bolton, Bedford, Leicester e Kirklees.

De acordo com os últimos dados da agência de saúde pública britânica PHE, numa semana foram registados mais de 2.000 casos daquela variante, que ascendem agora a 3.424.

Nas últimas 24 horas, foram registadas no Reino Unido nove mortes e 2.829 infeções com o novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, o país conta com mais de 130.000 mortos e 4,4 milhões de casos.

Desde dezembro foram imunizadas 37.518.614 pessoas com uma primeira dose de uma vacina contra a covid-19, o que corresponde a 71,2% da população adulta.

A segunda dose já foi inoculada a 21.659.783 pessoas, ou 41,1% da população adulta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG