Reino Unido aprova tratamento para tratar infeção aguda de covid-19. "Será arma importante", diz Boris Johnson

O primeiro-ministro Boris Johnson fala em "boas notícias" para se referir à "luz verde" dada pelo regulador britânico ao primeiro medicamento de combinação de anticorpos monoclonais indicado para uso na prevenção e tratamento da infeção aguda por covid-19.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA, na sigla em inglês) anunciou esta sexta-feira que aprovou Ronapreve, o cocktail de anticorpos monoclonais (proteínas artificiais), desenvolvido pela Regeneron e pela Roche, como tratamento para prevenir e tratar a infeção aguda por SARS-CoV-2, vírus responsável pela covid-19.

A informação foi também divulgada pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, numa mensagem partilhada nas redes sociais.

"Boas notícias. A MHRA aprovou o primeiro tratamento terapêutico projetado especificamente para a covid-19. Juntamente com o nosso programa de vacinas que salvam vidas, esta será uma arma importante na luta contra a covid-19, especialmente para aqueles que são imunodeprimidos", escreveu Boris Johnson.

"Na sequência de uma revisão completa das evidências realizadas pela MHRA e da recomendação da Comissão de Medicamentos Humanos (CHM), o órgão consultivo científico independente do governo, a MHRA aprovou o Ronapreve como o primeiro produto de combinação de anticorpos monoclonais indicado para uso na prevenção e tratamento da infeção aguda por covid-19 no Reino Unido", lê-se no comunicado do governo britânico.

Este tratamento pode ser administrado por injeção ou infusão e atua em particular no revestimento do sistema respiratório, ligando-se fortemente ao coronavírus e impedindo que o vírus tenha acesso às células do sistema respiratório.

"Este tratamento será um acréscimo significativo ao nosso arsenal para combater a covid-19, além do nosso programa de vacinação"

"Dados de ensaios clínicos mostraram que Ronapreve pode ser usado para prevenir infeções, promover a resolução dos sintomas de infeção aguda por covid-19 e pode reduzir a probabilidade de internamento hospitalar devido à covid-19", adianta o executivo liderado por Boris Johnson.

"Este tratamento será um acréscimo significativo ao nosso arsenal para combater a covid-19, além do nosso programa de vacinação", disse o ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, em comunidado.

Javid referiu que agora estão a trabalhar com o serviço nacional de saúde britânico (NHS) e com a comunidade médica de modo a garantir que o tratamento possa estar disponível "o mais rápido possível" aos utentes.

Este tratamento pertence a uma classe de medicamentos chamados de anticorpos monoclonais, que imitam os anticorpos naturais produzidos pelo sistema imunitário para combater infeções. Segundo a Reuters, no mês passado, o Japão tornou-se no primeiro país a aprovar o Ronapreve.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG