Portugal entre os poucos países europeus para onde os britânicos vão poder viajar

A lista dos destinos dos quais não será preciso britânicos fazerem quarentena no regresso deverá ser inferior a dez, sendo que destinos populares como Espanha ou França não estarão incluídos.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, indicou esta segunda-feira que haverá alguma abertura às viagens internacionais a partir de 17 de maio. Mas, segundo o The Guardian, menos de dez países europeus devem estar na "lista verde" de destinos para os quais não será necessário fazer quarentena no regresso ao Reino Unido. A boa notícia para o turismo português é que Portugal deverá ser um deles.

O sistema de semáforo (verde, amarelo e vermelho) que o governo britânico vai instituir será revelado esta semana e apesar da pressão de alguns conservadores para que toda a Europa fique na lista verde, mas isso não deverá acontecer. Serão antes tidos em conta os números de infeções e de vacinação de cada país, com a lista a ser revista a cada três semanas.

Fonte do governo britânico disse ao The Guardian que menos de dez países devem ficar na lista verde, para a qual será preciso fazer um teste antes de viajar, mas não será preciso fazer quarentena no regresso. "É improvável que um número significativo de países na lista seja um importante destino de férias", disse outra fonte, o que poderá beneficiar ainda mais Portugal.

O jornal escreve que Portugal, Malta e Gibraltar devem ser países na lista verde, mas destinos populares como Espanha ou França devem ficar na lista amarela, na qual ainda será preciso quarentena no regresso a casa. Os países na lista vermelha devem ser aqueles como Brasil ou África do Sul, sendo que nestes casos a quarentena obrigatória tem que ser feita num hotel (pago pelos viajantes).

Portugal o segundo com menos casos na Europa

Portugal é atualmente o país da União Europeia com menos mortes diárias atribuídas à covid-19 nos últimos sete dias por milhão de habitantes e o segundo com menos casos, segundo o site estatístico Our World in Data.

Com uma média de 39,72 novos casos diários por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal só está atrás da Finlândia, que apresenta uma média de 36,72 para o mesmo indicador.

No que toca à média de mortes com covid-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal tem a média móvel mais baixa, com 0,17 óbitos.

No resto da União Europeia (UE), Chipre é o país com maior média de novos casos diários (656,14 por milhão de habitantes), seguido da Suécia (498,78), Lituânia (439,91), Croácia (436,62) e Países Baixos (400,68).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG