Pelos menos 14 dissidentes das FARC mortos na Colômbia

Confronto contra o exército colombiano resultou também na morte de um soldado e outros sete feridos, informaram fontes militares este sábado.

Pelo menos 14 dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) foram mortos num confronto contra o exército colombiano, na qual um soldado também foi morto e mais sete ficaram feridos, fontes militares informaram no sábado.

"Esta ação militar deixou como resultado até agora 14 mortos no desenvolvimento de operações militares, um sujeito à justiça, a apreensão de uma metralhadora, três espingardas, três armas ligeiras e muitas munições deste grupo armado organizado", disse o exército numa declaração.

o General Eduardo Zapateiro explicou que os combates ocorreram numa zona rural da aldeia de El Plateado, que faz parte do município de Argelia.

"As tropas, procurando proteger a comunidade, foram atacadas através do uso indiscriminado de engenhos explosivos, o que resultou no assassinato de um dos nossos sargentos, sete militares feridos e uma aeronave da Força Aérea afetada", disse o General Zapateiro.

Em Março, mais de 2.000 pessoas fugiram de El Plateado devido a confrontos entre grupos armados, segundo um relatório do Gabinete do Provedor de Justiça.

Grupos de tráfico de droga, dissidentes das FARC e guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN) estão presentes no Cauca, onde lutam por várias regiões por culturas ilícitas de cocaína e marijuana, numa área que é também um corredor chave para o movimento de mercadorias ilegais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG