Nevão nos EUA deixa milhares sem eletricidade e força cancelamento de voos

Mais de mil voos foram cancelados devido à tempestade de neve. A previsão indica que o nevão vai seguir para o sudeste do Canadá.

A tempestade de neve que afetou o sudeste dos Estados Unidos no fim de semana, avançando nas últimas horas para o nordeste do país, deixou milhares de pessoas sem eletricidade e provocou o cancelamento de mais de 1.300 voos.

De acordo com a previsão do Serviço Nacional de Meteorologia, a tempestade deve continuar a avançar esta segunda-feira para o norte do país e vai deixar uma grande acumulação de neve em áreas do nordeste dos Estados Unidos, nos Apalaches Centrais e na região inferior dos grandes lagos (Ontário, Huron e Erie).

A previsão indica que a tempestade vai seguir na terça-feira para o sudeste do Canadá.

Ao passar pelo sul e nordeste dos Estados Unidos, o fenómeno meteorológico deixou milhares de pessoas sem energia elétrica, segundo dados do portal poweroutage.us.

Os Estados mais afetados pela tempestade de neve foram a Carolina do Norte, onde 31.362 pessoas ficaram sem energia elétrica, a Carolina do Sul (30.171 pessoas sem energia), a Geórgia com 24.146, a Virgínia Ocidental (24.089) e a Pensilvânia (20.132).

Além disso, um total de 1.314 voos foram cancelados esta segunda-feira em diferentes aeroportos dos Estados Unidos e originou atrasos noutros 538 voos que tinham destino ou partida deste país, informou o portal flightaware.com.

O aeroporto mais afetado é o de Charlotte, na Carolina do Norte, com 209 cancelamentos, seguido pelo aeroporto internacional Ronald Reagan, em Washington DC (79), e aeroporto internacional de Newark Liberty (59), em Nova Jérsia.

Também a companhia ferroviária Amtrak cancelou esta segunda-feira vários comboios no nordeste dos Estados Unidos, como o que liga Washington a Nova Iorque ou o que opera entre Richmond (Virgínia) e Boston (Massachusetts).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG