NASA e Spacex preparam novo lançamento para a Estação Espacial em 30 de outubro

O comandante Raja Chari, o piloto Tom Marshburn, a especialista em missões Kayla Barron, da NASA, e o cientista alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia vão substituir os seus colegas da missão anterior.

A agência espacial dos EUA (NASA, na sigla em Inglês) e a empresa SpaceX estão a ultimar os detalhes da terceira missão espacial tripulada, que vai lançar em 30 de outubro, de Cabo Canaveral, na Florida, quatro astronautas.

A missão será dirigida para a Estação Espacial Internacional, a bordo de uma cápsula Dragon.

Os astronautas da chamada SpaceX Crew-3 são o comandante Raja Chari, o piloto Tom Marshburn, a especialista em missões Kayla Barron, da NASA, e o cientista alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia (ESA), que vão substituir os seus colegas da missão anterior.

Marshburn, de 61 anos e astronauta desde 2004, disse, durante uma conferência de imprensa, na quinta-feira, que vai ser uma missão "crítica", porque é a primeira vez que os seus três companheiros vão viajar para o espaço.

A tripulação, que vai permanecer seis meses no laboratório de microgravidade, mostrou-se feliz por estrear uma nova cápsula Dragon, que vai ser propulsionada por um foguetão Falcon 9, que se vai somar às outras duas já existentes da SpaceX, a Endeavour e a Resilience.

A missão deve partir às 02.43 locais (07.43 de Lisboa) do Centro Espacial Kennedy da NASA, no Estado da Florida.

Se tudo correr como previsto, a Dragon deve acoplar na Estação Espacial Internacional nas primeiras horas de 31 de outubro.

Esta missão vai utilizar uma cápsula Dragon nova da SpaceX, que está a construir outra para usar a partir de 2022, elevando para quatro a sua frota.

Segundo a empresa de Elon Musk, desta forma vão multiplicar ainda mais as viagens espaciais com cápsulas Dragon e foguetões Falcon 9, ambos reutilizáveis.

A nova tripulação vai substituir os astronautas norte-americanos da NASA, Shane Kimbrough e Megan McArthur, bem como o japonês Akihiko Hoshide, da agência espacial JAXA, e o francês Thomas Pesquet, da ESA, que têm em princípio regressar à Terra em meados de novembro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG