Mais de 600 afegãos em voo militar dos EUA: a história da foto que se tornou viral

A imagem que mostra 640 afegãos no porão de um C-17 da Força Aérea dos EUA tornou-se viral nas redes sociais.

A fotografia que mostra mais de 600 afegãos - mulheres, homens, crianças e idosos - sentados no chão de um avião militar americano, horas após a queda de Cabul para os talibãs, tornou-se viral nas redes sociais.

A imagem, publicada pela plataforma de notícias militares Defense One, foi tirada dentro de um transporte C-17 da Força Aérea dos EUA e mostra centenas de cidadãos aprovados para evacuação pelas autoridades norte-americanas, no porão de carga do voo.

Os militares norte-americanos alegam que cerca de 640 afegãos se encontravam a bordo. No entanto, o número elevado de passageiros no voo não foi planeado, uma vez que muitos subiram pela rampa semi-aberta na parte de trás do avião, em desespero.

"A tripulação tomou a decisão de partir" em vez de forçar os passageiros a sair, diz a Defense One.

"O número invulgarmente elevado de passageiros a bordo deste avião foi o resultado de um ambiente de segurança dinâmico que exigiu uma rápida tomada de decisões por parte da tripulação", disse a porta-voz do Comando Central dos EUA, Karen Roxberry, numa declaração. A decisão dos tripulantes "acabou por garantir que os passageiros fossem levados em segurança para fora do país", concluiu.

Entre as pessoas na foto encontram-se várias crianças, incluindo um bebé ao colo de uma mulher. Não são visíveis quaisquer pertences dos passageiros, exceto uma pequena mala e uma mochila em primeiro plano.

O voo Reach 871 aterrou no Qatar nas primeiras horas de segunda-feira, de acordo com o website de rastreio FlightAware. Este C-17 não foi o único a transportar tantos afegãos para fora do país, uma vez que vários aviões partiram de Cabul com números semelhantes, segundo a Defense One.

Caos e desespero no aeroporto de Cabul

Desde a entrada dos talibãs na capital afegã, no domingo, que se instalou o caos em Cabul e milhares de pessoas invadiram o aeroporto na esperança de conseguir um voo para fora do país. Muitos dos cidadãos no aeroporto não eram elegíveis para voos de evacuação e não tinham bilhetes, porém o desespero para abandonar o Afeganistão causou um ambiente catastrófico na pista.

Em vários vídeos partilhados nas redes sociais, centenas de pessoas são vistas a correr ao lado de um C-17, que ganha velocidade para descolar, com algumas a tentar desesperadamente subir para cima do transporte.

Os meios de comunicação afegãos alegam que várias pessoas morreram esmagadas ou caindo após a descolagem, com militares norte-americanos a dispararem tiros para o ar para dispersar as multidões que tentavam, em desespero, fugir do país.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG