Jovem com 12 anos prestes a terminar faculdade

Mike Wimmer está a terminar o secundário e a universidade ao mesmo tempo nos EUA. O jovem inglês de 12 anos fez quatro anos de escola em apenas um ano.

Um ano depois do aparecimento da pandemia, Mike Wimmer, nascido em Inglaterra, em Salisbury, está a formar-se no ensino secundário e na faculdade ao mesmo tempo.

O estudante fez quatro anos de escola em apenas um ano, ou seja, dois anos de ensino secundário e outro através de um diploma de associado de dois anos.

Wimmer vai formar-se na Rowan-Cabarrus Community College, nos Estados Unidos, no dia 21 de maio e na Concord Academy High School a 28 de maio.

Mike Wimmer explicou à CNN que, "este nem sempre foi o meu plano". O aluno estava a assistir a duas aulas, com dupla matrícula e percebeu que, ao ritmo a que estava, só precisava de mais algumas aulas para obter o diploma até a conclusão do ensino secundário.

O estudante disse que o GPA (média final) no Rowan-Cabarrus Community College é 4.0 (entre 93% a 96%, de acordo com os valores dos Estados Unidos), enquanto o GPA no ensino secundário é 5.45, entre 90% e 100%.

Apesar da diferença de idades relativamente aos colegas, Wimmer refere que há um bom ambiente entre os alunos.

Paixão pela robótica

Mike Wimmer comentou com a CNN o seu interesse pela robótica e a sua ligação, desde sempre, à tecnologia.

Mike foi adquirindo conhecimento dentro da área de programação e robótica por tentativa/erro e por meio de vídeos online, de acordo com o sua página na Internet , Next Era Innovations.


Para além do website, Mike criou uma startup, com o objetivo de simplificar como é que a tecnologia da casa inteligente funciona e de ajudar os outros, com o nome Reflect Social. "Combina plataformas de media social populares com dispositivos de Internet das Coisas (IoT), proporcionando uma nova experiência social dinâmica", de acordo com o site. "O meu objetivo é construir tecnologia que permita às pessoas viverem uma vida melhor", acrescentou.

O futuro


A poucas semanas de acabar os estudos, Wimmer diz que tem várias opções para os próximos passos. As opções incluem ofertas de empregos dentro e fora dos Estados Unidos, mais escola ou uma bolsa de estudos que vai permitir a expansão da própria startup.


O jovem relembrou que não quer que as pessoas se esqueçam que ele ainda é uma criança e que ainda tem atividades infantis, como construir legos. "Muitas pessoas pensam que desisti da minha infância ou de alguma forma a perdi", disse Wimmer, "e eu digo a elas que me estou a divertir."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG