Homem que foi ao espaço com William Shatner morre em acidente de avião

Um homem que foi ao espaço com o ator William Shatner, conhecido pelo papel de capitão Kirk na série "Star Trek - O Caminho das Estrelas", morreu na sequência de uma queda de avião em Nova Jérsia (EUA).

De acordo com as forças policiais, o turista espacial Glen M. de Vries, de 49 anos, da cidade de Nova Iorque, e Thomas P. Fischer, de 54 anos, de Hopatcong, estavam a bordo do monomotor Cessna 172 que caiu na quinta-feira, numa área arborizada no norte daquele estado norte-americana.

Não houve sobreviventes no acidente, indicou a polícia estadual.

Glen M. de Vries era um piloto particular qualificado e Thomas P. Fischer era dono de uma escola de aviação. As autoridades não disseram quem estava a pilotar o pequeno avião.

O avião havia saído do Aeroporto do Condado de Essex (Caldwell), na área de Nova Iorque, em direção ao Aeroporto Sussex, na zona rural do noroeste de Nova Jérsia, tendo a Administração Federal de Aviação alertado as agências de segurança pública para procurar a aeronave desaparecida pelas 15:00 locais (20:00, em Lisboa).

As equipas de emergência encontraram os destroços do avião em Hampton Township cerca das 16:00 locais (21:00, em Lisboa), adiantou a Administração Federal de Aviação.

Glen M. de Vries, cofundador de uma empresa de tecnologia, foi ao espaço, no mês passado, a bordo de um foguetão do magnata Jeff Bezos.

"Estamos arrasados ao saber da morte repentina de Glen de Vries", lamentou a Blue Origin, numa mensagem publicada no Twitter.

O empresário "trouxe muita vida e energia para toda a equipa Blue Origin e aos companheiros de tripulação. A sua paixão pela aviação, o seu trabalho de caridade e a sua dedicação ao ofício vão ser respeitados durante muito tempo", é acrescentado.

Glen M. de Vries cofundou a Medidata Solutions, empresa de 'software' especializada em investigação clínica, e foi vice-presidente da Dassault Systemes, que adquiriu a Medidata em 2019.

Thomas P. Fischer era proprietário da escola de aviação Fischer Aviation e era instrutor chefe, de acordo com o 'site' na Internet da empresa.

O Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB) está a investigar o caso.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG