Girafa bebé recebe aparelho ortopédico para corrigir problema nas pernas

Problema nos ossos impedia a cria do Zoo de San Diego de dobrar as pernas e era-lhe muito difícil levantar-se e andar.

Uma cria de girafa de três meses do Safari Park do Zoo de San Diego, nos Estados Unidos, recebeu uma nova esperança para a sua ainda curta vida graças à intervenção rápida das equipas de saúde e cuidado da vida selvagem da instituição para corrigir as deficiências que ameaçavam a sua sobrevivência.

Msituni, assim se chama a cria e que se significa "na floresta" em swahilii, recebu um par de cintas ortopédicas feitas especialmente para ela e que se prendem às patas dianteiras para ajudar a corrigir uma hiperextensão do carpo, ossos equivalentes aos do pulso humano. Este problema impedia a cria de dobrar as pernas corretamente e era-lhe difícil levantar-se e andar.

As hipóteses de Msituni sobreviver sem estes tratamento teriam sido muito baixas, de aocrdo com o Zoo de San Diego. "Estamos muito felizes por ter os recursos e a experiência para intervir e proporcionar a esta jovem cria a oportunidade de uma vida plena", diz Matt Kinney, veterinário sénior do Safari Park do Zoo de San Diego. "Sem estes aparelhos salva-vidas para lhe dar apoio, a posição das suas pernas teria-se tornado cada vez mais dolorosa e progredido até um ponto que ela não seria capaz de ultrapassar".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG