Estrondo de meteoro assusta milhares de ingleses (com vídeo)

Um ruído foi ouvido em todo o sudoeste de Inglaterra. As autoridades não encontravam explicação, mas um astrónomo juntou as peças.

"Foi muito alto, soou como um trovão e durou cerca de 10 segundos", descreveu a jornalista da BBC Linzi Kinghorn que se encontrava na ilha de Portland, no Canal da Mancha.

O ruído foi ouvido em todo o sudoeste de Inglaterra e fez tremer casas e janelas. A partir das 15.00, os habitantes reagiram nas redes sociais ao sucedido, relatando o "enorme estrondo" que durou vários segundos.

Ollie Peart, de Dorchester, captou o som na sua câmara de segurança e descreveu-o como um "estrondo maciço".

A especulação sobre a origem de tal evento sónico rapidamente subiu de tom, até porque um porta-voz do Ministério da Defesa rejeitou a hipótese de que o barulho estivesse ligado a qualquer aeronave da força aérea.

O astrónomo e jornalista de ciência Will Gater começou a juntar informações recolhidas em imagens de satélite e testemunhos e avançou no Twitter com a hipótese de que teria sido um meteoro a cruzar o canal de Bristol às 14.53.

Mais tarde, uma câmara instalada num automóvel na ilha de Jersey captou os momentos em que o corpo rochoso atravessou os céus. O dono do veículo partilhou as imagens com o canal ITV, e dando a resposta ao mistério que se abatera entre os habitantes do sudoeste inglês.

No dia 12 de janeiro habitantes da faixa Londres-Cambridge assustaram-se com o ruído causado por aviões de caça que saíram em auxílio de um avião que havia perdido o canal de comunicação com a torre de controlo do aeroporto de Stansted. Os Typhoon passaram a barreira do som, para pavor de pessoas que sentiram as casas a abanar.

No início de dezembro, na capital escocesa, a polícia recebeu bastantes telefonemas a relatar explosões. Era uma tempestade de neve pouco comum, com trovoada. A polícia de Edimburgo usou então as redes sociais para tranquilizar os cidadãos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG