Ecstasy apreendido pela polícia de Paris era, afinal, doce de morango

Polícia parisiense tinha anunciado esta semana uma grande apreensão de MDMA (ecstasy)

Uma grande apreensão de droga anunciada pela polícia de Paris nas redes sociais acabou por revelar não ser nada mais sinistro do que... doce de morango, admitiram fontes policiais à agência France Presse, nesta sexta-feira.

Na quarta-feira, para assinalar aquilo que julgava ser uma apreensão importante, a polícia de Paris revelava no Twitter ter realizado uma "investigação frutuosa" sobre "uma oficina de embalagem de narcóticos (MDMA, ecstasy) que fornecia festas clandestinas".

A polícia parisiense adiantava mesmo que a droga apreendida valeria cerca de um milhão de euros. O tweet era acompanhado de fotos mostrando pó rosa e pequenos comprimidos rosa ensacados.


No entanto, os testes toxicológicos realizados concluíram que o pó apreendido num apartamento em Saint-Ouen, um subúrbio ao norte de Paris, era um "pó neutro, não relacionado a narcóticos ou substâncias psicotrópicas", disse uma fonte da procuradoria à AFP.

Na verdade, a substância suspeita eram apenas doces de "morango Tagada triturado", uma guloseima popular.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG