Dez bebés mortos em incêndio em maternidade na Índia

Primeiro-ministro Narendra Modi fala numa "tragédia" e na perda de "jovens vidas preciosas".

Pelo menos dez bebés morreram num incêndio ocorrido numa maternidade, no estado indiano de Maharashtra, no oeste da Índia, disse um médico.

O pessoal conseguiu socorrer sete recém-nascidos no hospital do distrito de Bhandara (centro), mas não os dez bebés, disse Pramod Khandate, acrescentando que "o fumo sufocou os bebés".

Os bombeiros conseguiram impedir a propagação do incêndio, com origem na unidade neonatal, a outras zonas do hospital.

"Tragédia em Bhandara, Maharashtra, onde perdemos jovens vidas preciosas", escreveu o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, na rede social Twitter.

O líder da oposição Rahul Gandhi disse tratarem-se de mortes "extremamente trágicas".

As autoridades ordenaram já um inquérito, na sequência de mais um acidente num estabelecimento hospitalar.

Em 2011, mais de 90 pessoas morreram num incêndio, num hospital em Calcutá, no estado de Bengala Ocidental, no leste do país.

Já em agosto de 2020, um fogo no hospital de Ahmedabad, no estado de Gujarat (noroeste) causou oito mortos entre os doentes de covid-19. Em novembro último, cinco pacientes de covid-19 morreram num incêndio ocorrido numa clínica em Rajkot, também no estado de Gujarat.

Estes incidentes levaram o Supremo Tribunal indiano a pedir um relatório sobre a segurança dos hospitais que recebem doentes infetados com o novo coronavírus.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG