Dez almirantes turcos na reserva detidos por críticas ao presidente Erdogan

Antigos oficiais criticaram projeto do "Canal de Istambul"

A Procuradoria turca emitiu mandados de captura contra 10 almirantes na reserva por terem assinado uma carta aberta com críticas ao projeto "Canal de Istambul" defendido pelo presidente Erdogan.

O documento foi assinado por centenas de antigos oficiais militares. De acordo com o gabinete do Procurador Geral de Ancara, os 10 almirantes na reserva foram detidos.

Outros quatro antigos oficiais não foram presos devido à idade, mas receberam uma ordem para se apresentarem à polícia de Ancara nos próximos três dias.

O "Canal Istambul" é mais um projeto de grandes dimensões defendido pelo chefe de Estado da Turquia e que prevê a construção de um canal de 45 quilómetros, paralelo ao Bósforo para ligar o Mar Negro com o Mar de Mármara.

O projeto defendido por Erdogan é apontado como megalómano e desnecessário por vários setores da sociedade turca.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG