Detida mulher sem máscara que tossiu para cima de motorista da Uber

Motorista chamou a atenção para o facto de a mulher não estar a usar máscara, com a viagem a terminar também com um ataque com gás pimenta.

Uma mulher foi detida na quinta-feira por suspeita de ter usado gás pimenta num motorista de Uber em São Francisco, depois de o ter insultado e de ter tossido para cima dele quando este exigiu que usasse máscara. O ataque foi filmado pela câmara interna do veículo, num altura em que se encontravam três mulheres dentro do carro.

Malaysia King, de 24 anos, foi detida em Las Vegas por suspeita de agressão com um químico, agressão verbal e outras acusações, segundo a polícia. Ficou detida sem direito a sair mediante o pagamento de fiança.

Já Arna Kimiai, de 24 anos, que também era procurada por causa do mesmo ataque, disse através de um advogado que pretendia entregar-se, segundo um comunicado da polícia de quinta-feira.

"O comportamento captado em vídeo do incidente mostrou um completo desrespeito pela segurança e bem-estar de um trabalhador essencial no meio de uma pandemia mortal", disse a tenente Tracy McCray, da polícia de São Francisco.

O motorista de Uber, Subhakar Khadkas, terá apanhado as três mulheres no distrito de Bayview, em São Francisco, e terá reparado que uma das mulheres não usava máscara. Então, parou o carro junto a uma estação de serviço para que ela pudesse ir comprar uma, dizendo às passageiras que não podia continuar.

Contudo, farto do comportamento das mulheres, acabou por lhes comunicar que ia terminar a viagem. O vídeo mostra as mulheres no banco traseiro a atacar Khadka e a usar palavrões. Em determinada altura, a mulher sem máscara tosse para cima dele, agarra-lhe no telemóvel e arranca-lhe a máscara.

Quando saíram do carro, uma das mulheres terá usado gás pimenta através da janela que estava aberta, sendo que o motorista teve que sair do carro por estar a ser difícil respirar.

A Uber já baniu as três passageiras e disse estar a prestar apoio ao motorista. Khadkas disse acreditar ter sido atacado porque é um imigrante do sudeste asiático, do Nepal, tendo chegado aos EUA há oito anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG