Covid-19 deixou de ser a principal causa de morte em Inglaterra e País de Gales

De acordo com o Instituto de Estatísticas britânico, nos últimos dois meses os ingleses morreram mais de demência e Alzheimer, enquanto os galeses devido a doenças cardiovasculares.

A covid-19 deixou de ser a principal causa de morte em Inglaterra e País de Gales, de acordo com estatísticas publicadas esta quinta-feira no Reino Unido, onde foram registados 18 óbitos e 2729 novos casos nas últimas 24 horas.

De acordo com o Instituto de Estatísticas britânico (ONS), dados relativos a março indicam que a covid-19 foi a terceira causa de morte em ambos os países em março.

A doença foi a principal causa de morte entre novembro e fevereiro, mas foi ultrapassada no mês passado pela demência e pela doença de Alzheimer em Inglaterra, e no País de Gales foram problemas cardiovasculares.

Na quarta-feira, o Reino Unido tinha registado 22 mortes e 2396 novos casos de covid-19 e nos últimos sete dias, entre 16 e 22 de abril, a média diária foi de de 22 mortes e 2471 casos.

O total oficial desde o início da pandemia no Reino Unido passou para 127 345 óbitos confirmados em 4 398 431 casos.

Na quarta-feira foram vacinadas 534 693 pessoas, das quais 117 909 com uma primeira dose e 416 784 com a segunda dose de uma vacina contra a covid-19.

No total, 33 257 651 pessoas foram até agora imunizadas com uma primeira dose, das quais 11 192 601 já receberam uma segunda dose, administrada com um intervalo de entre três e 12 semanas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG