Coreia do Norte está disposta a realizar "discussões construtivas" com a Coreia do Sul

A irmã do líder norte-coreano garante disponibilidade para retomar negociações de não houver provocações com políticas hostis

A irmã do líder norte-coreano disse esta sexta-feira que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis.

Kim Yo Jong fez os comentários em resposta aos apelos renovados, esta semana, do Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, no sentido de se avançar com uma declaração para pôr fim à Guerra da Coreia de 1950-53.

A irmã de Kim Jong-un afirmou que uma declaração de fim da guerra pode ser adotada quando a Coreia do Sul levantar políticas hostis e a duplicidade de critérios.

A Coreia do Norte está disposta a realizar "discussões construtivas" com a Coreia do Sul sobre a reparação e melhoria dos laços sob tais condições, frisou.

A sua declaração veio dias depois da Coreia do Norte ter realizado os seus primeiros testes de mísseis em seis meses.

A Coreia do Norte afirmou anteriormente que os exercícios militares Estados Unidos-Coreia do Sul e as sanções lideradas pelos EUA são exemplos de políticas hostis contra Pyongyang.

Num discurso na Assembleia Geral da ONU no início desta semana, o Presidente sul-coreano reiterou os apelos à declaração de fim da guerra que, segundo ele, poderia ajudar a alcançar uma desnuclearização e uma paz duradoura na península coreana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG