Avião do presidente do Equador faz aterragem de emergência em Washington

Lenín Moreno e o resto da comitiva ia a bordo encontram-se bem e regressam ainda hoje ao país.

O avião presidencial do Equador, onde seguia o presidente Lenín Moreno, fez uma aterragem de emergência em Washington, pouco depois de descolar no final de uma visita oficial. Segundo o Ministério das Comunicações do Equador, todos os que seguiam a bordo "estão bem".

"O avião presidencial apresentou uma falha mecânica e teve que fazer uma aterragem de emergência", anunciou o órgão em um comunicado.

"Moreno e todos os ocupantes do avião estão bem e voltarão ao Equador nas próximas horas", acrescentou.

O presidente, cujo mandato de quatro anos termina no dia 24 de maio, cumpriu uma agenda oficial na última semana na capital norte-americana.

Moreno reuniu-se com Kristalina Georgieva, diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), entidade que concedeu um empréstimo de 6,5 mil milhões de dólares ao país sul-americano em setembro passado. Também se encontrou com funcionários do administração do novo presidente, Joe Biden, e com o secretário da Organização de Estados Americanos, Luis Almagro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG