Alemão que raptou os dois filhos foi detido em Peniche

Homem de 44 anos foi preso em Peniche, para onde fugiu depois de receber ordem para entregar os filhos.

Um homem que tinha desaparecido com os dois filhos alemães, e era procurado internacionalmente, foi detido esta terça-feira, em Peniche, confirmaram as autoridades judiciárias em comunicado.

O homem, com 44 anos e de origem albanesa mas residente na Alemanha, é suspeito da prática de subtração internacional após viajar para Tenerife em dezembro de 2020 com os seus dois filhos, de 12 e 11 anos, Kristian e Amantia Toska, sem autorização da mãe.

A mãe das crianças, que inicialmente decidiu não apresentar queixa devido às ameaças de morte que recebia do pai dos filhos, reportou o desaparecimento na Alemanha, a 17 de janeiro. Face a esta queixa, o Tribunal de Instrução nº 2 de Santa Cruz de Tenerife, emitiu um mandado europeu de busca e detenção do homem que teria viajado para a ilha com as crianças.

A decisão emitida pelas autoridades competentes de Espanha e da Alemanha, concedia o prazo de 10 dias (data que expirou a 21 de junho) para que os dois menores fossem entregues às autoridades, no entanto, o pai viajou para Portugal para fugir da justiça.

O homem foi encontrado e detido em Peniche, após ter sido solicitada cooperação das autoridades portuguesas. As crianças, segundo as autoridades, estão "em perfeito estado de saúde".

O detido vai ser presente ao Tribunal da Relação de Coimbra e os menores ficarão entregues à guarda da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, até decisão do Tribunal de Menores competente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG