Veículos com corpos de militares atravessam fronteira entre Rússia e Ucrânia, diz a OSCE

Monitores da OSCE indicaram que veículos transportando alegadamente corpos de soldados mortos em combate têm atravessado a fronteira entre os dois países.

Num relatório divulgado quarta-feira pela OSCE e citado pela BBC, a organização indicou que, na véspera, dia 11, um veículo marcado com a designação "Cargo 200" - código militar usado para militares russos mortos em ação - atravessou da Rússia para a Ucrânia, no checkpoint fronteiriço de Donetsk, na região de Rostov. E que horas depois voltou para a Rússia. A OSCE não inspecionou, porém, o veículo.

Um repórter da Reuters, indicou a agência noticiosa, viu uma coluna de pelo menos 50 veículos armados com lançadores de rockets a deslocar-se para Donetsk.

A Ucrânia e a NATO têm acusado a Rússia de enviar militares para combaterem ao lado dos separatistas pró-russos do leste contra as tropas ucranianas. Uma acusação que Moscovo tem repetidamente negado, avisando, ao mesmo tempo, que o cessar-fogo acordado em Minsk, na Bielorrússia, entre as partes, é a única saída para o conflito atual no leste da Ucrânia.

"[O colapso do cessar-fogo] não deve ser permitido... isso seria uma catástrofe para a situação na Ucrânia", disse o porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros russo Alexander Lukashevich, citado pela Reuters.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG