Talin afirma ter a mais antiga árvore de Natal

A tradição de iluminar as árvores de Natal pode remontar a 1441, quando uma confraria da atual capital estónia pegou fogo a uma árvore na praça principal.

Segundo o jornal espanhol 'ABC', Talin alega ser o berço das árvores de Natal. A história remonta a 1441, quando os comerciantes da Irmandanda das Cabeças Negras (Mustpeade Vennaskond) - cujo nome tem origem em São Maurício, o negro muçulmano de Tebas (Egito) que se converteu ao cristianismo - organizaram um baile junto à árvore na praça principal. No final, acabaram por pegar fogo à árvore. Alegadamente, gostaram tanto do espetáculo que o repetiram nos anos seguintes.

A disputa sobre quem tem a mais antiga árvore de Natal surgiu em 2010, quando a cidade vizinha de Riga, a capital da Letónia, festejou o 500.º aniversário da sua própria árvore de Natal. Segundo o 'Irish Examiner', o presidente da câmara de Talin, Edgar Svisaar, enviou então um telegrama a felicitar Riga pelo 500.º aniversário, mas lembrando que a sua árvore celebrava 569 anos. O seu homólogo de Riga, Nils Usakovs, terá respondido: "É positivo que a única coisa que divide os bons vizinhos de Riga e Talin é quem tem a mais antiga árvore de Natal."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG