Suspeitos de assassinar estudantes foram mortos

Tropas israelitas anunciaram hoje ter matado os dois principais suspeitos de sequestrar e assassinar três estudantes de Israel no passado dia 12 de junho na Cisjordânia.

"Durante a noite, Amer Abu Aisha e Marwan Qawame, - assassinos de Eyal, Gilad e Naftali - foram mortos numa troca de tiros com as forças de Israel", disse o porta-voz do exército Peter Lerner, na sua conta no Twitter.

As mortes dos dois suspeitos ocorreram durante uma operação realizada durante a noite nos arredores da cidade de Hebron, na qual participaram efetivos do exército e dos serviços secretos, segundo a agência Efe.

O homicídio dos três jovens israelitas criou um clima de tensão extremo que precedeu a ofensiva lançada a 08 de julho por Israel contra o Hamas na Faixa de Gaza, a qual causou cerca de 2200 mortos palestinianos e 73 do lado do Estado judaico.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG