Suspeitas de mais dois casos de ébola no Reino Unido

Após o diagnóstico de um caso de ébola em Glasgow, outras duas pessoas estão a ser testadas no Reino Unido. Caso escocês será "de baixo risco", diz chefe de governo.

A primeira pessoa a ser diagnosticada com ébola na Grã-Bretanha foi transportada de Glasgow para um hospital de Londres, enquanto dois outros casos estão a ser analisados, um na Escócia e outro na Cornualha.

O novo caso escocês, por confirmar, diz respeito a uma pessoa do setor da saúde que esteve a trabalhar na África Ocidental. Segundo a chefe de governo escocesa Nicola Sturgeon, será um caso de baixo risco.

"Embora seja uma pessoa que regressa de trabalhar na África Ocidental, neste caso não houve, tanto quanto sabemos, contacto direto com pessoas infetadas com o vírus". A ministra disse à BBC que há "pouca probabilidade" de o segundo caso de ébola se confirmar.

No outro caso não confirmado, a pessoa encontra-se numa unidade de isolamento na Cornualha, e os testes demorarão 24 horas.

O primeiro caso de ébola confirmado na Grã-Bretanha trata-se de uma mulher que estava de regresso da Serra Leoa, onde terá contraído a doença. Foi transportada de ambulância para o Hospital Royal Free em Londres.

As autoridades escocesas afirmaram que a doença foi diagnosticada numa fase inicial de desenvolvimento, e que por isso o risco de contágio era muito baixo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG