Segurança reforçada na Tailândia após explosão de duas bombas em Banguecoque

Duas bombas artesanais explodiram ontem numa passagem pedonal que liga o metro e um centro comercial do centro da capital tailandesa, ferindo ligeiramente dois transeuntes.

A Tailândia vai reforçar a segurança nos locais públicos depois da explosão no domingo de duas bombas artesanais em Banguecoque, um incidente que fez recordar os distúrbios registados no período antes do golpe de Estado de maio passado.

Na noite de domingo, duas bombas artesanais explodiram numa passagem pedonal que liga o metro e um centro comercial do centro da capital tailandesa, ferindo ligeiramente dois transeuntes.

Os dois engenhos explosivos estariam escondidos atrás de um transformador elétrico, disse a polícia à AFP.

As autoridades não estabeleceram ligação entre este incidente e as tensões políticas atuais, enquanto se multiplicam as críticas conta a junta militar no poder e a sua determinação em manter a lei marcial desde maio de 2014.

"Pedi para que a segurança seja reforçada, em particular nos lugares públicos", disse hoje à imprensa o chefe da junta, Prayuth Chan-ocha.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG