Raul Castro brinca com hipótese de demissão

Após a visita do seu homólogo russo Dimitri Medvedev, o Presidente cubano, Raul Castro, deixou no ar a ideia de que pondera abandonar o cargo, mas pediu aos jornalistas para esperarem pelo discurso que vai fazer este domingo.

No terceiro dia do encontro entre Medvedev e Castro, destinado à renegociação da dívida cubana e à assinatura dos acordos de cooperação entre os dois países, o Presidente cubano referiu, em jeito de brincadeira, uma possível demissão.

"Eu vou renunciar. Tenho 82 anos, tenho o direito de me retirar. Não acreditam?!", disse aos jornalistas que acompanhavam o evento político, citado pela AFP.

Apesar das polémicas declarações, Castro pediu aos órgãos de comunicação para esperarem pelo discurso de amanhã, que fará perante a Assembleia Nacional e marcará a sua reeleição como Presidente de Cuba.

Raul Castro foi eleito Presidente em 2008, dois anos depois de o seu irmão, Fidel Castro, ter decidido afastar-se do poder motivos de saúde. Fidel tem hoje em dia 86 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG