Polícia chamada a intervir em motim em prisão de Bali

A polícia indonésia foi chamada a intervir esta madrugada na prisão de Kerobokan, na ilha de Bali, na sequência de um motim que causou três feridos, indicaram fontes policiais.

"A polícia e o exército 'invadiram' a prisão de madrugada. Eles tiveram que disparar e três pessoas ficaram feridas na perna e foram hospitalizadas", afirmou Ketut Untung Sayoga, adjunto da polícia local, em declarações à agência noticiosa francesa AFP, indicando que as autoridades continuam a tentar controlar a situação.

Um despacho da agência noticiosa Associated Press (AP) refere que os reclusos terão mesmo assumido temporariamente o controlo do estabelecimento prisional, provocando focos de incêndio e atirando pedras contra os guardas prisionais.

A violência estalou na terça-feira à noite na prisão depois de um dos presos ter sido esfaqueado.

Relatos citados pela agência AP deram conta de um forte aparato policial no exterior das instalações, com testemunhas a apontar que vários reclusos foram encaminhados para o hospital com ferimentos, aparentemente de balas de borracha.

O estabelecimento prisional de Kerobokan tem atualmente cerca de 1.000 reclusos, incluindo vários estrangeiros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG