Pelo menos 15 mortos e 10.400 famílias atingidas pelas chuvas intensas na Bolívia

As chuvas intensas e inundações que, nos últimos dias, têm atingido várias regiões da Bolívia provocaram pelo menos 15 mortos e afetaram 10.400 famílias, indicou hoje uma fonte oficial.

Em declarações à rádio estatal, o vice-ministro da Defesa Civil, Oscar Cabrera, indicou que as chuvas e as inundações afetam seis das nove regiões da Bolívia e as zonas mais "gravemente afetadas" e onde o risco "continua latente" são o norte de La Paz e o município de Cotagaita (sudoeste).

"Até ao momento estamos com 10.400 famílias afetadas", disse o governante, adiantando que as regiões com maior número de mortos são Cochabamba (centro) e Potosí (sudoeste).

O impacto das chuvas e inundações na Bolívia está a ser este ano menor do que em 2014, quando provocaram um maior número de mortos e de famílias afetadas, afirmou o vice-ministro da Defesa Civil.

A estação das chuvas na Bolívia entre outubro de 2013 e março de 2014 foi uma das mais devastadoras das últimas décadas, com 60 mortos, 60 mil famílias desalojadas e milhões de prejuízos no setor da agricultura.

O governante sublinhou que o país está, este ano, melhor preparado do que em 2014, nomeadamente ao nível da emissão de alertas e prevenção de desastres e de emergência.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG