Papa Francisco pediu que se reze por cristãos perseguidos

O papa Francisco pediu hoje aos fiéis reunidos na praça de São Pedro para rezarem pelos cristãos a "sofrer de perseguição" e que são "muito, muito numerosos" em todo o mundo.

"Neste momento há muitos, muitos cristãos que sofrem perseguições em muitos países", lamentou, num comentário além do seu discurso escrito, no final da análise dominical das escrituras. "Rezem por eles, com amor no vosso coração", disse o papa, que completa um mês de pontificado.

Perante cerca de 80 mil pessoas que se deslocaram à Cidade do Vaticano, o papa explicou que os apóstolos eram pessoas simples, mas que não tinham medo de nada, nem mesmo das perseguições "porque a sua fé estava baseada na experiência de Jesus e, por isso, difundiram o cristianismo por todo o mundo".

"A história da primeira comunidade de cristãos vale para a Igreja de todos os tempos e também para nós", salientou. Exortou os cristãos a que enfrentem incompreensões e adversidade respondendo com amor e com a força da verdade.

O pontífice pediu "ajuda" à Virgem Maria para que a Igreja de todo o mundo anuncie com franqueza e valor a ressurreição de Jesus e o testemunho de amor fraternal. E concluiu o breve discurso de hoje com a frase já tradicional "bom almoço a todos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG