Papa felicita EUA e Cuba e promete apoiar os países no futuro

O Vaticano confirmou que interviu diplomaticamente nas negociações entre os dois países no sentido de encontrar "soluções aceitáveis para ambos os partidos".

O Papa Francisco felicitou os Estados Unidos e Cuba esta quarta-feira pela sua decisão de estabelecer relações diplomáticas, e o Vaticano disse que estava pronto para apoiar o fortalecimento de relações bilaterais.

Num comunicado, o Vaticano também confirmou que os seus diplomatas ajudaram no diálogo entre os dois países, "o que resultou em soluções aceitáveis para ambos os partidos".

O Papa "deseja expressar os seus parabéns pela decisão histórica tomada pelos governos dos Estados Unidos da América e de Cuba de estabelecer relações diplomáticas, com o objetivo de ultrapassar, no interesse dos cidadãos de ambos os países, as dificuldades que marcaram a sua história recente", conforme dizia a declaração.

O comunicado confirmou que a diplomacia do Vaticano foi usada para "agilizar diálogo construtivo sobre assuntos delicados". Acrescentava ainda que a Santa Sé "vai continuar a assegurar o seu apoio a iniciativas que ambas as nações levem a cabo para fortalecer as suas relações bilaterais e promover o bem-estar dos seus respetivos cidadãos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG