Onze feridos em atropelamento por condutor que gritou em árabe "Deus é grande"

Dois dos 11 feridos estão em estado grave e o condutor foi para um hospital psiquiátrico. Atropelamento ocorreu em Dijon, no leste de França.

Onze pessoas ficaram hoje feridas em Dijon, leste de França, depois de terem sido atropeladas por um automobilista que gritava em árabe 'Allahu Akbar' (Deus é grande).

De acordo com a agência France Presse, dois dos onze feridos estão em estado grave e o autor do atropelamento, de 38 anos e com um perfil de desequilíbrio mental, deu entrada num hospital psiquiátrico.Vários jornais franceses, como o ledauphine.com dão conta do acidente e do socorro às vítimas.

Citando testemunhas, a AFP refere que o automobilista terá dito que agia em nome das crianças da Palestina, mas desconhecem-se os motivos exatos do atropelamento.

Este caso junta-se a um outro, de um ataque recente a um posto de polícia em Joué-lès-Tours, tendo três agentes ficado feridos por um assaltante que gritou também "Deus é grande" e que acabou por ser abatido.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG