Obama falou com Netanyahu sobre acordo com Irão

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou domingo ao primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, com quem discutiu o acordo entre o Irão e o grupo G5+1 em Genebra que permitirá parar seis meses o programa nuclear de Teerão.

Em comunicado, a Casa Branca revelou que os dois líderes "reafirmaram o objetivo comum de impedir que o Irão obtenha uma arma nuclear" e Obama explicou ao chefe do Governo de Israel que os membros do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha irão promover nos próximos meses "uma solução duradoura, pacífica e abrangente".

A mesma nota refere que Obama comunicou a Benjamin Netanyahu o objetivo norte-americano de "iniciar imediatamente consultas com Israel" no âmbito das negociações que vão decorrer para uma solução abrangente e completa.

Barack Obama garantiu que os Estados Unidos "se irão manter firmes" no seu compromisso com Israel que, reiterou, "terá boas razões para estar cético sobre as intenções do Irão".

O Presidente dos Estados Unidos e o primeiro-ministro de Israel acordaram ainda manter um contacto estreito durante os seis meses em que é válido o acordo e vão procurar negociar uma solução definitiva.

O entendimento com Teerão, ainda que provisório e condicionado, deixa Israel e a Arábia Saudita numa situação completamente nova e altera o que até agora tinha sido a relação de forças no grande conflito regional entre sunitas e xiitas, uma rivalidade que tem ramificações sangrentas no Iraque, Síria, Líbano e Bahrein, entre outros focos de tensão.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG