O drama de uma estrela que pode fazer a diferença contra o cancro

Taylor Swift falou do cancro da mãe e apela aos rastreios. Cantora pop norte-americana pediu aos fãs para que convençam os pais a fazer exames de saúde com regularidade

Taylor Swift, a menina bonita e country cool que conquistou milhares de fãs, muitos primeiros lugares nas tabelas de vendas e vários Grammy desde que lançou o seu primeiro álbum, em 2006, enfrenta tempos difíceis, depois de a mãe ter sido diagnosticada com um cancro. Foi a própria cantora e compositora que anunciou ontem a doença da mãe, através das suas contas tumblr. e twitter, onde lançou também um apelo para que as pessoas façam mais rastreios.

"Normalmente, quando as coisas me acontecem, eu processo-as e depois escrevo música acerca do que sinto e vocês ouvem muito mais tarde", escreve a cantora na sua mensagem, explicando que quis , no entanto, partilhar esta situação. "Isto é algo que a minha família e eu pensamos que vocês deviam saber neste momento", escreve a jovem estrela do country e da pop.

A história deste diagnóstico, sobre o qual Taylor Swift não adianta detalhes, começou no Natal, quando a jovem pediu à mãe, "como prenda", que fizesse um check up de saúde, para "ficar sossegada". A mãe sentia-se perfeitamente bem e não tinha qualquer sinal de que algo estivesse errado com ela, garante a jovem, mas o certo é que o diagnóstico de cancro veio positivo.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG