Mulher árabe estreia-se a liderar Conselho de Segurança da ONU

Jordana. Dina Kawar preside este mês ao Conselho de Segurança. É pioneira na diplomacia do seu país e foi embaixadora para Portugal.

Pela primeira vez em quase 70 anos de história, o Conselho de Segurança das Nações Unidas é presidido por uma mulher árabe, a embaixadora da Jordânia Dina Kawar. A diplomata, que assumiu o cargo esta semana, vai dirigir os trabalhos deste órgão decisor da ONU durante o mês de abril e será responsável pela transmissão ao mundo das mensagens acordadas pelos 15 países-membros.

"Estar no Conselho de Segurança e representar o meu país é uma honra imensa para mim e estou a levá-la o mais a sério possível porque penso que nunca houve uma mulher árabe neste órgão. Estou aqui para representar o meu país e também os outros países árabes em todos os assuntos, e Deus sabe como o mundo árabe está atualmente um pouco complicado", afirmou Kawar em março numa entrevista ao site de informação sobre o Médio Oriente Al Monitor. A situação na Síria, sublinhou, é uma das suas grandes preocupações.

A jordana, que é a representante permanente do seu país na ONU desde agosto, é uma das quatro mulheres que atualmente integram o Conselho de Segurança. Tendência que deixa Dina Kawar bastante feliz.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG